Reforma tributária: agro questiona cesta básica e cashback

O projeto de lei complementar que regulamenta a reforma tributária foi entregue na última semana e ainda possui muitos alvos de questionamentos de congressistas e especialistas, como por exemplo, a estimada taxa de 17.7% para o IBS e de 8% para contribuição de bens e serviços, chegando ao valor agregado de 26.5%.

O sócio Leonardo Roesler abordou esse tema em sua coluna no AgroMais, ressaltando que, com as novas taxas propostas, o Brasil corre o risco de se tornar detentor do mais alto imposto do mundo. Esta mudança poderia superar até mesmo países que já adotam esse sistema, como a Hungria.

Ainda com dúvidas? Fale agora com um especialista diretamente no WhatsApp:

Deixe seu Comentário:

Compartilhe:

Últimos Artigos:

IA no direito societário?

IA no direito societário?

Saiba como a inteligência artificial está desburocratização o direito societário: Recentemente, o Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI)…
Saiba como as novas restrições da Lei 14.873/24 podem afetar sua empresa

Saiba como as novas restrições da Lei 14.873/24 podem afetar sua empresa

A Lei 14.873/24 trouxe mudanças significativas para a compensação de créditos tributários decorrentes de decisões judiciais transitadas em julgado. Agora,…
Governo federal prepara o lançamento do Plano Safra 2024/2025

Governo federal prepara o lançamento do Plano Safra 2024/2025

Com a aproximação do novo ano agrícola, o Governo Federal está em fase final de preparação para o lançamento do…